Maquiagem: 2º passo – corretivo (parte 1)

Olá, Madames!!

Depois das dicas iniciais de como preparar a pele para o dia e para a noite (perdeu os posts? Clique aqui e aqui!), é hora de partirmos para o corretivo!

corretivos

Coleção de corretivos

O corretivo é o queridinho das meninas com olheiras, espinhas e manchas. Como sou portadora de generosas olheiras, simplesmente não consigo sair de casa sem ele!

O problema é que encontrar o produto perfeito pode ser bem complicado…

Qual produto escolher?

Qual marca?

Qual cor? Qual tom? Qual subtom?

Qual textura?

AAAAARRGH!!

Mas não se preocupe, tudo tem resposta! E o mercado está cheio de corretivos de todos os tipos para todos os gostos! UFA!!

Como há muita coisa a ser dita sobre corretivos, e porque eu acho esse produtinho muito especial na produção de uma maquiagem linda, vou escrever mais de um post para esse segundo passo, senão isso aqui vira um livro!

1 – Começando pelo começo: qual é a finalidade do corretivo?

A primeira coisa que você precisa definir é: pra que eu quero o corretivo? Para olheiras? Para manchas? Acne? Cobrir tatuagem? Isso é importante para descobrir quais serão os melhores tons e níveis de cobertura para seus objetivos.

a) tatuagens:

Para cobrir tatuagens você precisará de um corretivo de alta cobertura e denso, da cor da pele no local onde está a tatuagem.

b) acne:

Para disfarçar acne o ideal é ter uma boa cobertura, mas com uma textura leve ou média, para não criar mais volume sobre a inflamação. Além disso, você poderá usar um corretivo colorido na cor verde para neutralizar a vermelhidão da espinha (em breve farei um post explicando como usar os corretivos coloridos).

c) olheiras:

Para olheiras, por outro lado, o ideal é optar pelo produto com textura mais leve possível, principalmente se você (assim como eu) tiver um pouco de flacidez na região dos olhos – produtos grossos acabam acumulando nas linhas e ressaltando essas marcas indesejadas. Além disso, o corretivo deverá ter um subtom amarelado ou salmão, de acordo com a cor das suas olheiras.

Uma coisa importante de se falar é que você pode ter a pele avermelhada e precisar de um corretivo de cor amarelada! Isso porque a região dos olhos tem cores diferentes do resto do rosto, e dependendo do tom das olheiras a cor necessária para neutralizá-la muda. Em um resumo rápido, olheiras marrons costumam desaparecer com corretivos puxados pro salmão, enquanto olheiras roxas exigem um tom mais amarelado.

E o que acontece quando usamos uma tonalidade diferente das nossas necessidades? Normalmente criamos o efeito “panda invertido”, com a região ao redor dos olhos fantasmagoricamente branca! Isso nem sempre é causado por corretivo claro demais: com frequência é culpa de um corretivo amarelo ou verde sobre olheiras amarronzadas.

Para evitar isso, cheque a cor sob a luz do sol para ver se o acabamento fica natural em você.

2 – tipos de corretivos:

Quando começar a procurar o seu corretivo ideal, você vai perceber que a variedade de texturas existentes do mercado é enorme! Mesmo assim, dá pra dividir os produtinhos em algumas categorias.

a) Líquidos:

corretivos líquidos

Corretivos líquidos: Make B 4 em 1 / Airbrush Clinique / Quem Disse Benerenice?

Os corretivos líquidos tendem a ser bem leves e, com frequência, já vêm com um aplicador próprio.

O corretivo da linha Make B. d’O Boticário tem uma cobertura muito boa, mas pouca variedade de cores. Rende bastante, tanto que o produto que está sendo vendido hoje em dia já até mudou de embalagem e o meu ainda tá aí, firme e forte!

O Airbrush da Clinique é vendido como um corretivo/iluminador. Tem cobertura média e acabamento bem natural. Provavelmente é o meu favorito, porque a cor “medium” fica perfeita pra mim, mas eu acho que rende pouco.

Já o corretivo líquido da Quem Disse Berenice? (que também é do grupo O Boticário) tem cobertura média e acabamento leve. É o mais barato dos três, mas rende tão pouco que sai caro. Também não fixa tão bem, e acaba precisando de retoques ao longo do dia. Mesmo assim, ganha muitos pontos por não acumular nas linhas dos olhos e ter acabamento bem natural.

b) Em creme

Corretivos em creme: Make Up For Ever, Bobbi Brown e Duda Molinos

Os corretivos cremosos, em geral, têm cobertura e fixação superiores aos líquidos, mas possuem acabamento mais denso, podendo ficar mais pesado se não forem bem espalhados.

A paleta da Make Up For Ever me pareceu um ótimo negócio quando comprei: com quatro cores de corretivo comuns e um esverdeado, achei que conseguiria encontrar meu tom certo sem dificuldades.

Mas me enganei.

Essa paleta tem acabamento amarelado e minhas olheiras exigem um corretivo salmão (coisa que eu não sabia na época). Mesmo assim, é bem útil para esconder espinhas (corretivo verde), manchinhas avermelhadas,  e outras coisinhas. Uso até como iluminador às vezes, fugindo, assim, dos produtos com brilho!

O corretivo Corrector da Bobbi Brown é puro amor! Apesar de mais grossinho do que os líquidos, consigo um acabamento bem bonito espalhando bem o produto. A cobertura é boa e a duração, ótima! Outro ponto positivo é a variedade de cores disponíveis, o que aumenta as chances de você encontrar seu tom perfeito. O ponto negativo é que não vende no Brasil.

Já o corretivo Duda Molinos eu acho um pouco seco, o que dificulta espalhar. A cobertura é menor do que a do Corrector da Bobbi Brown, mas é boa também, e não posso reclamar da fixação.

c) em bastão

PicMonkey Collage2

Corretivo em bastão: Fake Up Benefit.

Os corretivos em bastão têm cobertura e acabamento parecidos com os produtos em creme. Eu testei poucos corretivos em bastão até hoje, e atualmente só tenho o Fake Up, da Benefit.

Ele é interessante porque tem o produto no centro do bastão e uma camada de hidratante ao redor. A proposta é cobrir as olheiras e hidratar ao mesmo tempo, contribuindo para olhos mais jovens e sem rugas por mais tempo. No começo eu achei que seria muito melado, mas acontece que a região dos olhos costuma ser mais seca do que o resto do rosto, logo, um pouco de hidratante cai muito bem!

Também tem poucas opções de cores (só três). A cobertura é média, duração boa e rende bastante!

d) Mousse

corretivo calvin klein

Corretivo em mousse: Calvin Klein

Finalmente, existem os corretivos em mousse, coisa que eu só descobri quando vi esse amiguindo da Calvin Klein da foto acima.

No mesmo dia aprendi três coisas: a Calvin Klein tem uma linha de cosméticos; existem corretivos em mousse; e eu adoro corretivos em mousse!

A textura é uma delícia! No pote parece creme, mas quando você pega ele tem um toque diferente e quando aplicado parece criar uma cobertura de seda na pele!

Cobertura boa, duração boa (não tanto quanto a dos corretivos em creme, mas bem digna, ainda assim) e o potinho até que rende bem. Comprei na loja Ulta, em Orlando, e nunca mais vi em lugar nenhum, infelizmente…


 

Para que o post não fique enorme (já está enorme, né?), vou encerrá-lo por aqui e continuo o tema “corretivos” em breve!

Para não perder a continuação, curta a página Madame Brum no facebook ou assine a Newletter  preenchendo seu nome e e-mail no formulário abaixo!

Beijinhos,

Madame Brum


 

Posts relacionados


 

Não perca nenhuma novidade do blog!
Preencha seu nome e e-mail abaixo e receba as novas postagens diretamente em seu correio eletrônico.

5 Replies to “Maquiagem: 2º passo – corretivo (parte 1)”

  1. amei o post!
    tenho um dúvida: com os corretivos mais secos será que funciona passar hidratante nas olheiras antes de aplicá-los???

  2. Funciona sim!
    Qualquer área seca pode ser preparada com hidratante antes de começar a maquiagem. Isso ajuda a ficar os produtos, diminuir os poros dilatados e deixar o acabamento mais natural!
    Só não se esqueça que os olhos são regiões sensíveis e exigem hidratastes específicos para a área.

  3. Pingback: Maquiagem: 2º passo - corretivo (parte 2) - Madame Brum

  4. Pingback: PREPARANDO A PELE - 1º PASSO (versão night) : PRIMER - Madame Brum

  5. Pingback: Maquiagem: 2º passo – corretivo (escolhendo suas cores) - Madame Brum

Deixe uma resposta