Vale a pena investir?

Bom dia, Madames!

maquiagem na bandeja

Quando começamos a comprar nossos produtinhos de beleza é comum ficarmos em dúvida quanto à qualidade dos cosméticos e se realmente é necessário pagar mais de cem reais em uma base se existe uma outra marca super baratinha que vende bases por vinte reais.

Se há paletas com 50 cores de sombras sendo vendidas em camelôs, a troco de quê alguém pagaria R$66,00 em uma única cor da MAC?

A dúvida também pode ser no outro sentido: será que se eu comprar esse cosmético mais barato ele vai necessariamente ser pior? Todos os meus produtos de beleza devem ser de marcas famosas e caras?

Bom, eu sigo uma certa regra na hora de saber se vale ou não à pena investir mais dinheiro em um determinado item de beleza, e vou compartilhar com vocês:

Produtos para cuidados com a pele:

Se a dermatologista falou que vai ser bom pra minha pele, eu provavelmente vou comprar. Os cuidados pré-maquiagem são mais importantes do que a própria maquiagem! Estar com uma pele saudável deixa qualquer make mais bonito, e cuidar da pele não é tarefa fácil.

Eu ainda tenho algumas marquinhas de acne e de manchinhas de sol no rosto, e travo uma luta constante para não deixar a pele ficar feia/suja/sem vida. Isso exige cuidados e produtos específicos, e se for necessário usar uma marca “X”, vale o investimento.

Base, primer, corretivo e pó: 

BB Cream: 4 produtos em 1!

Esses produtos ficam em contato direto com a pele do rosto inteiro! Uma base ruim vai aumentar a oleosidade do rosto e entupir os poros, causando dois efeitos desagradáveis: a make vai ficar feia e a pele, suja.

A base, para mim, precisa ter um nível descente de cobertura, não aumentar a oleosidade da pele, não transferir (detesto quando vou cumprimentar alguém e percebo que sujei a outra pessoa com maquiagem, ou uso o celular e vejo que ele ficou cheio de base) e durar o dia todo!

Eu não preciso de um produto que desapareça da minha pele depois de duas horas.

O mesmo vale para o corretivo: não me adianta de nada um corretivo que denuncia minhas olheiras antes do pôr-do-sol!

O pó compacto e o pó translúcido seguem as mesmas regras da base, e precisam ter toque seco, com a maior duração e menor transferência possível, e se causar espinhas está excluído da penteadeira.

Já os primers devem garantir que a base ou a sombra fiquem no lugar certo durante todo o dia, sem perder pigmentação ou escorrer. Se não cumprir esse papel, é menos do que inútil. Além disso, por estarem em contato direto com apele, evidentemente devem ser produtos que não causem danos aos poros!

Assim sendo, produtos para a pele valem o investimento.

Blush, bronzer e iluminador:

bronzer

Apesar de também serem aplicados na pele, esses produtos normalmente são usados por cima da base e em quantidades reduzidas.

Por causa disso, os requisitos para o blush, o bronzer e o iluminador são bem menos rígidos para mim. Desde que tenha uma boa duração e pigmentação e uma cor bonita, um blush da Avon tem mais chances de estar na minha coleção do que um da Dior.

Pra falar a verdade, meus blushes preferidos são da MAC pela variedade de cores e pela pigmentação e duração bastante satisfatórias, mas os produtos da Quem Disse Berenice, por exemplo, não ficam pra trás e têm preços interessantes. O importante é ser do seu agrado, logo, não precisa investir (mas se quiser se banhar de luxo, divirta-se!).

O mesmo vale para os bronzers e iluminadores.

Sombra:

naked urban decay

Sombra é uma coisa que não precisa ser cara, mesmo! Com um bom primer você transforma qualquer pózinho colorido em uma sombra razoável.

O mais importante da sombra é que seja uma produto adequado para a região dos olhos, principalmente se você usa lentes de contato e tem chances de deixar um pouco do pó cair na lente.

Obviamente, uma sombra de qualidade facilita muito a vida, já que pode ser aplicada sem primer, misturada e espalhada com facilidade para fazer uma make bem bonita. Minhas marcas favoritas para sombras são a MAC e a Urban Decay, que têm um ótimo custo benefício. Não precisa investir, mas também não vamos colocar qualquer porcaria nos olhos, ok?

Delineador e rímel:

delineador em gel marina smith

Esses dois seguem as mesmas regras das sombras.

Precisam ser produtos adequados para a região dos olhos, o que significa que eu não vou comprar um delineador de camelô com procedência desconhecida. Mas também não há necessidade de se gastar R$ 155,00 num produto Guerlain (se bem que a embalagem é tão linda que dá vontade colocar na estante da sala).

Se você é daquelas que usa delineador só de vez em quando, compre um produtinho mais barato, que você não terá dó de jogar fora de estragar – lembre-se que usar produto vencido ou estragado pode ser muito perigoso.

Eu uso o delineador líquido da linha Intense d’O Boticário, e acho ele ótimo! É super preto e tem um aplicar bom, além de render bastante, ser fácil de remover e não borrar durante o dia. Ou seja: mesmo usando muito delineador, o meu produto é baratinho – custa R$ 17,59.

Se preferir um delineador em gel (veja aqui um tutorial de como usar), o da Marina Smith pode ser uma boa opção, por R$40,00, assim como o da MAC, por R$66,00 (nem tão barato, mas muito bom).

Para o rímel a filosofia é a mesma: meus produtos favoritos são super baratos! Há ótimas máscaras de cílios vendidas em farmácia, das marcas Maybelline e l’Oreal (a l”Oreal é bem barata fora do país, mas aqui os preços são menos interessantes). O Boticário também tem boas máscaras por preços justos, e não há necessidade de se pagar altos preços por esses produtos.

Batom

batons MAC

Esse é um item que não exige grandes investimentos, mas a gente acaba gastando fortunas mesmo assim. Quer coisa melhor do que ter váááárias cores de batom para usar conforme o humor do dia?

Bom, se você pretende ter uma boa variedade de cores, fica difícil que todos os seus batons sejam Yves Saint Laurent.

Novamente, não acho que dê pra comprar qualquer produtinho porcaria para passar na boca, mesmo porque acabamos “comendo” um pouco do batom ao longo do dia, e é bom ter certeza de que não tem nada tóxico nos seus lábios. Mas, dentre os produtos vendidos regularmente, qualquer um pode ser um bom candidato a uma vaga na sua penteadeira.

Algumas observações cabíveis: às vezes vale a pena investir num batom específico, que tenha uma duração maior ou seja mais adequado a alguma intolerância que você tenha na pele, se for o caso. Lembro que no meu casamento eu queria usar um batom vermelho, mas não queria que o noivo (e eu) saísse igual a um palhaço depois do beijo. Por isso paguei mais caro por um Pro Longwear Lipcolour da MAC, que garantiu os lábios vermelhos durante toda a festa sem transferir nadinha para o rosto do noivo!

Concentrada, passando meu batom Prolongwear para o casamento.  Não sabe como passar batom vermelho? Clique na foto para ver o tutorial.

Concentrada, passando meu batom Prolongwear para o casamento.
Não sabe como passar batom vermelho? Clique na foto para ver o tutorial.

Por tudo isso, acho que não precisa investir em batom, salvo em situações específicas.

Deu pra entender, né? Se quiser fazer testes com batons, sombras, lápis, delineadores, máscaras de cílios… divirta-se! Mas acho que vale investir um pouco mais nos produtos que cobrem diretamente a pele e podem vir obstruir poros ou causar alergias.

Mas ATENÇÃO: investir mais não significa pagar mais caro! Nem sempre o melhor produto pra você será o mais caro. O melhor investimento que você pode fazer é pesquisar bem sobre o cosmético antes de comprar e procurar o que melhor se adeque às necessidades da sua pele, pra não comprar uma base super seca e oil-free tendo uma pele já seca, por exemplo. Há ótimos produtos com preços não tão altos.

Quais são os produtos do seu kit de maquiagem que mais valeram o investimento??

Beijinhos,

Madame Brum

Não perca nenhuma novidade do blog!
Preencha seu nome e e-mail abaixo e receba as novas postagens diretamente em seu correio eletrônico.

Deixe uma resposta